5 treinamentos tradicionais na área de TI para capacitar a equipe

Fornecer treinamentos na área de TI aos colaboradores é uma prática bastante comum em gigantes do mercado, sobretudo as empresas especializadas no setor. Contudo, hoje em dia a capacitação é essencial às empresas de pequeno, médio e grande porte, independentemente do segmento.

Tal necessidade se dá por conta da relevância que tem a TI no mundo corporativo, ou seja, o protagonismo da tecnologia na otimização dos processos do negócio, entrega de serviços com excelência em qualidade, redução de custos e aumento de produtividade.

Além disso, tanto o constante surgimento de inovações quanto a defasagem dos especialistas dão sinais de alerta quanto à importância de atualizar a equipe de TI, dispensando a necessidade de substituí-la por especialistas mais gabaritados.

Não podemos descartar, também, a questão motivacional; investir na qualificação é uma demonstração de confiança no profissional, que enxergará isso como oportunidade para o desenvolvimento da carreira.

Com intuito de ajudá-lo a capacitar o seu time de trabalho, elencaremos 5 treinamentos tradicionais na área de TI que costumam trazer resultados incríveis, sendo eles: ITIL, COBIT, PMP, Lean IT e CompTIA Security+. Vamos iniciar?

1. ITIL (Information Technology Infrastructure Library)

A partir da tradução do acrônimo, pode-se esclarecer o significado e entender a função da ITIL. Trata-se da Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação relacionada a uma série de publicações relativas ao gerenciamento de serviços de TI composta de 5 volumes.

Obviamente, por conta da estrutura, a obtenção da certificação de categoria Master deve ser encarada como objetivo de longo prazo; porém, cada treinamento influenciará significativamente na maneira como a equipe trabalha, proporcionando todos os benefícios do investimento.

1.1 Quais são os 5 volumes que compõem a ITIL?

  • Estratégia de Serviço;
  • Desenho de Serviço;
  • Transição de Serviço;
  • Operação de Serviço;
  • Melhoria Contínua de Serviço.

2. COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies)

A gestão estratégica, papel exercido por meio da governança de TI, é parte importante no crescimento da empresa em meio à transformação digital. Sem esse suporte, são pequenas as chances de o CIO tomar as decisões mais inteligentes para atingir os objetivos da organização.

Nesse sentido, o COBIT habilita os profissionais de TI, precisamente os que atuam juntos ao gestor, a aplicarem as melhores práticas de gerenciamento e implementação de modelos de governança — todas elas aceitas pelas maiores corporações ao redor do globo.

Por exemplo, enquanto os stakeholders — representados como pessoas de negócio — buscam alcançar objetivos específicos do campo de atuação, a governança de TI define, estrutura e implanta os processos necessários para que as metas sejam atingidas.

Vale destacar que o COBIT, em sua versão atual, foi construído com base em 20 anos de desenvolvimento da governança de TI e hoje é constituído por 5 princípios fundamentais:

  • satisfazer necessidades dos envolvidos (stakeholders);
  • adquirir profundo conhecimento sobre a empresa;
  • implementar um framework único e integrado;
  • promover uma visão holística;
  • tratar a governança e a gestão isoladamente.

3. PMP (Project Management Professional)

Presumindo que na equipe de TI existam profissionais responsáveis pelo gerenciamento de projetos e que estes funcionários estejam contribuindo com a empresa há um bom tempo, certamente já é hora de investir na capacitação deles para a certificação PMP.

Administrado pelo Project Management Institute (PMI), o PMP fornece ao profissional de gerenciamento de projetos uma visão completa dos ciclos envolvidos no projeto (início; planejamento; monitoramento; controle; conclusão), permitindo que o desempenho seja consideravelmente melhorado.

Fora o aprendizado, o PMP é um dos treinamentos na área de TI mais tradicionais, portanto, não faltam cases de sucesso envolvendo o conceito. Não por acaso, um dos requisitos para prestar ao exame é a experiência mínima de 7.500 horas atuando com gerenciamento de projetos — é, de fato, um grande avanço na carreira.

4. Lean IT

Desenvolvido pela Toyota em seu sistema de produção voltado para o departamento de TI, o Lean IT é um framework cujo foco é a entrega de valor ao cliente, usado tanto como meio a cultura da equipe quanto ao jeito de se trabalhar.

Por exemplo, se o ambiente de trabalho está repleto de obstáculos que atrasam, dificultam ou impedem as entregas de valor ao cliente, o Lean IT ajudará a eliminá-los completamente; basicamente, se desconsidera quaisquer processos que não agreguem valor.

De acordo com o próprio site do Lean IT, a aplicação dos conceitos dessa filosofia visa:

  • aproximar as pessoas de TI com as responsáveis pelos negócios da empresa;
  • quebrar os silos que dificultam as entregas de valor aos clientes;
  • modificar a forma como os colaboradores executam suas tarefas no dia a dia;
  • fazer com que os colaboradores pensem sempre sob a perspectiva do cliente;
  • mudar a maneira como todas as pessoas da organização entendem e resolvem os problemas;
  • estabelecer uma efetiva mudança cultural.

Portanto, treinar a equipe de TI, preparando os funcionários para adquirirem uma filosofia inteiramente focada na entrega de valores aos clientes, é uma maneira de melhorar o desempenho da empresa a ponto de, consequentemente, gerar mais satisfação na prestação de serviços.

Se quiser saber mais sobre o Lean IT, acesse nosso manual, é grátis!

esteira convencional com dinheiro pegando fogo e sendo desperdiçado e após passar pela torre do lean it, o dinheiro sai com velocidade e é preservado

5. CompTIA Security+

O CompTIA Security+ é um certificado neutro que prepara o profissional de TI para atender aos requisitos de segurança da informação, cada vez mais fundamentais para assegurar a integridade, confidencialidade e disponibilidade dos dados sigilosos da empresa.

Por ser um certificado neutro, treinar os subordinados para o exame CompTIA Security+ os tornarão capazes de lidar com aspectos de proteção em qualquer tipo de ambiente de TI. Em outras palavras, não importa quais são as tecnologias ou sistemas acoplados ao parque tecnológico.

A quem se destina a capacitação? Este é um dos treinamentos na área de TI voltados aos que trabalham na área de infraestrutura e administração de rede, ou seja, a quem tenha os conhecimentos básicos em segurança da informação.

Hoje em dia, inclusive, as empresas que reconhecem os perigos que rondam seus ambientes virtuais montam equipes de ethical hacking (hacking ético), que contribuem para o desenvolvimento de estratégias substancialmente mais inteligentes e eficazes.

O que achou dos treinamentos na área de TI que apresentamos? Acredita que serão fundamentais na capacitação da equipe? Aproveite o momento para assinar nossa newsletter e receber os próximos conteúdos em seu e-mail!

No Comments Yet.

Leave a comment