Você sabe quais os tipos de outsourcing de TI?

Nos últimos anos, a terceirização ganhou força no ambiente corporativo. Ela foi implementada em vários setores como uma forma de reduzir custos, melhorar a performance interna e dar mais foco aos profissionais de gestão. No ramo da tecnologia isso não é diferente, pois, o outsourcing de TI tem se apresentado como uma ótima alternativa para as companhias se manterem eficientes no mercado.

E, afinal, por qual motivo isso ocorre? Quais são as vantagens e os tipos de outsourcing de TI existentes? Para conferir a resposta dessas e outras perguntas, continue com a leitura e confira nossas informações a seguir.

O que é o outsourcing de TI?

O outsourcing de TI é um tipo de serviço em que a empresa terceiriza parte das operações do setor responsável pela gestão tecnológica da companhia para um parceiro estratégico. Geralmente, essa atividade é direcionada para atividades secundárias da área, como a gestão de ativos, o suporte a usuários ou a troca de equipamentos.

Em alguns cenários, o outsourcing de TI pode assumir as responsabilidades por ações estratégicas (como a gestão de TI) ou processos importantes de projetos internos (como a criação de um sistema). Mesmo nessas situações, a terceirização é vista como um mecanismo para atingir objetivos semelhantes, como a redução de custos, o aumento da flexibilidade e a diminuição de gargalos operacionais.

Quais os tipos de outsourcing de TI?

Hoje, existem três modelos de outsourcing de TI que, se aplicados da forma adequada, são capazes de atingir bons resultados. Veja quais são eles.

Offshore

Nesse cenário, a empresa contrata um parceiro localizado em outro país para executar as atividades de outsourcing de TI. A principal vantagem é a possibilidade de direcionar os serviços para locais com menores custos trabalhistas. Porém, diferenças regionais e culturais podem trazer dificuldades para a implementação do modelo.

Onshore

No outsourcing de TI onshore, a empresa contrata um parceiro que atua em seu país. Apesar dos custos, em geral, mais altos, esse modelo tem menos barreiras culturais e linguísticas. Dessa forma, a integração ocorre com mais agilidade e segurança.

Nearshore

Nesse modelo, a empresa contrata os serviços de um parceiro localizado em países próximos. Dessa forma, problemas relacionados ao fuso horário e diferenças culturais são mitigados. Ao mesmo tempo, o negócio pode se beneficiar de uma redução de custos.

Que vantagens a minha empresa tem ao adotar o outsourcing de TI?

Implementar o outsourcing de TI na sua empresa pode trazer várias vantagens. Veja como cada uma delas afeta o dia a dia da sua companhia.

Menores custos operacionais

Esse é um dos principais motivos para se adotar o outsourcing de TI, uma vez que, quando o negócio contrata uma empresa parceira, muitas vezes, os custos caem. Nesse serviço o negócio paga apenas pelo número de profissionais que necessita em um determinado período, não havendo a necessidade de pagar por um time que não está sendo bem aproveitado, fazendo com que os desperdícios caiam, aumentando as fontes de investimentos dos empreendimentos.

Maior flexibilidade

A flexibilidade também é uma das vantagens do investimento no outsourcing de TI. O tamanho do time pode ser modificado a qualquer momento, assim como o tipo de especialista que auxiliará o empreendimento, dando ao negócio um posicionamento estratégico.

Se um projeto de TI for executado para migrar para a nuvem, por exemplo, o time poderá ser alterado para profissionais com foco em gestão e execução de projetos. Ao mesmo tempo, se existir a necessidade de modificar rotinas e ter mais foco em um aspecto específico da gestão de TI — como a segurança digital —, o time será adequado em um prazo baixo. Com isso, a empresa garantirá que a sua equipe esteja sempre alinhada às demandas e a carga de trabalho interna.

Mais escalabilidade operacional

Uma empresa escalável tem um lugar de destaque no mercado. E no outsourcing de TI o nível de escalabilidade do setor de TI é elevado ao máximo. Se existir uma sobrecarga de trabalho em função de um problema com um novo sistema, por exemplo, a área conseguirá aumentar o seu time para lidar com a nova demanda e, assim, evitar atrasos.

Otimização de processos

O outsourcing de TI permite que o negócio contrate apenas profissionais especializados em várias áreas da tecnologia, sem que exista a necessidade de executar longos treinamentos. Isso gera um grande ganho de qualidade para o dia a dia da empresa, uma vez que os serviços de TI terão maior performance em todos os pontos.

Os processos de suporte, por exemplo, terão o apoio de pessoas com maior capacidade de rastrear a origem de falhas. Já as atividades de manutenção serão executadas por um time de profissionais capacitados para avaliar a melhor forma de manter os dispositivos com um alto desempenho.

Ganho de foco no core business do setor

A tecnologia tem um papel estratégico fundamental para empresas. Justamente por isso, os gestores da área precisam se dedicar ao máximo para solucionar demandas de usuários e criar um ambiente de trabalho com alto nível de qualidade.

Nesse sentido, o outsourcing de TI é um mecanismo para reduzir o tempo gasto com problemas internos. A empresa poderá direcionar atividades secundárias para os times terceirizados e, assim, garantir mais foco em demandas críticas.

Hoje, empresas que pretendem se manter competitivas em um cenário de alta competitividade devem adotar várias estratégias, como o uso da tecnologia e a criação de processos de trabalho com menos gargalos.

A busca por maior flexibilidade e agilidade, nesse sentido, é um ponto que conta muito para o empreendimento. Isso porque, se a cadeia operacional consegue responder rapidamente a mudanças do mercado, a companhia poderá se posicionar facilmente a frente de seus concorrentes.

Como a tecnologia tem um papel-chave para as operações modernas, essa busca por mais flexibilidade também deve passar pelo setor de TI. Diante disso, o outsourcing de TI se torna um investimento estratégico, garantindo que a área responda as demandas de todos os setores com agilidade, evitando problemas de performance ou atrasos recorrentes que possam impactar negativamente no sucesso da companhia.

Gostou dessa dica e quer receber novidades do blog em primeira mão? Então, siga-nos nas redes socais — estamos no Facebook e no LinkedIn!

No Comments Yet.

Leave a comment