As particularidades da governança de TI aplicadas em serviços cloud

A computação em nuvem permite que empresas de todos os portes tenham acesso às mesmas tecnologias. Com isso, tamanho e orçamento não são mais fatores determinantes nas tecnologias disponíveis para cada uma delas.

Atualmente, grandes empresas lidam com a concorrência de startups. Segmentos tradicionais como o bancário veem seu domínio de mercado ameaçado pelo surgimento de novas empresas baseadas na nuvem.

Por isso a governança em cloud é importante. Por meio da avaliação de vários aspectos da computação em nuvem, ela garante que esses recursos sejam adequadamente contratados.

Uma boa governança é essencial para a otimização das atividades. Continue a leitura para entender as particularidades da governança em cloud!

Quais são os impactos dos serviços em nuvem na governança de TI?

Toda tecnologia disruptiva tem como característica gerar novas possibilidades. No caso da cloud computing, ela alavanca as possibilidades de governança a um nível ainda maior.

Um exemplo simples é permitir o acesso de qualquer lugar. Assim, os times gerenciais podem ter acesso a informações do negócio em tempo real. Isso é útil em inúmeros casos.

Imagine acessar relatórios em tempo real de suas vendas em uma reunião de captação de investidores? Facilidades como essa têm forte impacto em todo o negócio, e não apenas na parte tecnológica.

A nuvem tem escalabilidade, dessa forma, dá à empresa a possibilidade de crescer sem se preocupar com infraestrutura de TI. Com isso, a governança passa a ter uma preocupação a menos.

Assim, os diretores podem focar em questões estratégicas para o crescimento da empresa. Eles não precisam calcular se os servidores podem suportar o crescimento: a nuvem fornece a capacidade!

Quais são os benefícios da cloud para a governança de TI?

Uma boa governança garante que os serviços de cloud sejam confiáveis. Dessa forma, perde-se menos tempo no convencimento dos players internos para adotar soluções na nuvem.

Outro aspecto importante é definir no contrato as responsabilidades dos envolvidos. Assim, ficará claro até onde vai a responsabilidade da empresa contratada, tornando as funções explícitas para ambos os lados.

Uma boa governança em cloud avalia também a capacidade dos provedores de fornecer e escalar serviços. Isso abrange desde prestar um bom suporte técnico até conseguir aumentar a capacidade dos servidores contratados.

O que aconteceria se a empresa provedora da sua nuvem viesse a falir? Dependendo do nível de adoção das soluções em cloud, isso poderia ser fatal para seu negócio. Por isso, a governança também deve avaliar o risco envolvido no contrato.

Outra vantagem especialmente no caso das grandes empresas é a análise de custos. Ao contrário de pequenas startups, pode ser vantajoso contratar equipamentos e data center próprios em vez de soluções em nuvem.

O maior benefício foi deixado para o fim: uma gestão em cloud eficiente é capaz de dar as diretrizes para explorar ao máximo as possibilidades da tecnologia.

Com isso, a nuvem deixa de ser apenas um contrato de infraestrutura e se torna um alavancador de resultados, podendo gerar novos negócios e mais competitividade, em vez de apenas substituir o que já existe.

Quais são as melhores práticas de governança de TI para serviços em nuvem?

Sua equipe de governança deve conduzir mudanças de modo a maximizar os resultados para o negócio. É a governança que estuda e decide os processos que devem ser adotados tendo em vista o objetivo da empresa.

Com as facilidades da computação em nuvem, você deixa de ter algumas preocupações e sua empresa não precisa mais executar algumas tarefas. Uma dica é utilizar esse tempo economizado para extrair ao máximo os benefícios da computação em nuvem. Algumas práticas já são consagradas em empresas que a utilizam.

A nuvem oferece recursos para desenvolvimento ágil. Com isso, a empresa não precisa se preocupar com infraestrutura e pode usufruir dos benefícios da entrega de sistemas em módulos. Dessa forma, novas versões dos softwares serão disponibilizadas mais rapidamente, o que traz vantagens significativas em produtividade: é possível usufruir de benefícios do software antes de sua finalização.

Outra prática que se beneficia muito dos recursos de nuvem é o DevOps, visto que um dos pontos-chave dessa filosofia é focar no negócio, tirando dos desenvolvedores e do operacional a preocupação com novas funcionalidades e com estabilidade, respectivamente.

As características da nuvem aliadas ao DevOps também possibilitam uma melhor implantação de integração contínua, trazendo enormes ganhos ao reduzir erros e retrabalho.

Ao unir essas três práticas, a empresa terá um ambiente conciso no qual as principais equipes de TI estarão colaborando, e não competindo. Além disso, também entregarão mais rapidamente um software que gera valor ao negócio.

Como implementar esse processo na empresa?

A governança em cloud não é muito diferente da tradicional, mas é preciso dar atenção especial aos desafios trazidos pela adoção da computação em nuvem.

Uma empresa que já tem governança antes de ir para a nuvem deve analisar e migrar suas ferramentas, além de verificar suas políticas internas para descobrir pontos que precisem ser alterados.

É importante ressaltar que uma adoção adequada da nuvem garante segurança de dados. Por isso, o maior foco da governança deve estar em fazer uma migração correta.

Após os dados e sistemas serem migrados para a nuvem, é hora de rever se todas as políticas ainda fazem sentido.

Caso a empresa ainda não adote um processo de governança, ela poderá começar após a migração para a nuvem. Dessa forma, as ferramentas e políticas já serão definidas dentro dessa nova arquitetura.

Quais são os cuidados necessários?

O maior cuidado está na escolha do parceiro correto para a implantação da nuvem. Esse processo exige um levantamento prévio da situação atual da empresa, que permitirá determinar os requisitos para a nuvem.

Com os requisitos em mãos, é hora de encontrar um provedor de nuvem que possa atendê-los. Nessa etapa, é importante garantir que todos os pontos acordados estejam bem documentados.

Uma implantação correta de governança em nuvem lhe traz diversos impactos positivos. Com isso, você poderá usufruir de todos os benefícios que abordamos neste artigo.

Nós da Kalendae temos a capacidade de ajudá-lo nas suas tarefas operacionais. Ao contar com nossa experiência, você pode focar seu trabalho em implantar uma governança em cloud eficiente. Contate-nos!

No Comments Yet.

Leave a comment