Como um diagnóstico de necessidades empresariais pode ajudar o seu negócio?

Sua empresa já passou por um processo de diagnóstico de necessidades empresariais? Essa pode ser a oportunidade perfeita para alinhar TI e objetivos de negócio em uma estratégia efetiva de crescimento e otimização!

Se você não está familiarizado com o conceito, é hora de conhecer mais sobre o assunto. O que é? Quais as suas vantagens? E os desafios? Respondemos a todas essas perguntas neste post. Confira!

O que constitui um diagnóstico de necessidades empresariais?

Com o processo de transformação digital pelo qual empresas no mundo inteiro estão passando, a TI saiu de um papel de apoio à operação para se tornar a origem de novas decisões de negócio.

Como consequência, pode-se dizer hoje que os resultados de iniciativas de TI são mais efetivos quando alinhados às necessidades de negócio. Contudo, quais são essas necessidades? Qual o conjunto de decisões e orientações que suportam o empreendimento?

O diagnóstico de necessidades empresariais é um processo de levantamento, mapeamento e análise que busca exatamente a resposta para essas perguntas.

Seu objetivo é encontrar meios confiáveis e mensuráveis de entender questões associadas a decisões de negócio que se ajustam ao longo do tempo, envolvendo questionamentos como:

  • a efetividade da oferta de produtos;
  • a qual segmento de clientes eles se destinam;
  • qual a relação das empresas com a sociedade e com os concorrentes; quais são os objetivos de rentabilização a serem obtidos a partir de quais diferenciais de mercado.

Como a TI está incluída hoje em todos esses pontos, falar em sua efetividade passa por entender toda essa dinâmica e como os setores se interagem, coletando esses dados de forma estruturada e padronizada.

Quais as vantagens de incluir esse processo na empresa?

Podemos comparar o diagnóstico de necessidades empresariais ao desenho de um mapa: é a partir dele que administração e TI entendem em conjunto a localização atual da empresa, como ela chegou até aquele ponto e quais são os melhores caminhos para alcançar novos objetivos.

Nesse sentido, podemos segmentar as vantagens do processo em alguns benefícios:

Levantamento atualizado de todos os processos empresariais

É aqui que se determina o ponto de partida e o de chegada do ponto de vista estratégico de negócio.

Esse diagnóstico funciona como um levantamento completo de processos, operação, gastos, equipe, recursos, tudo o que for importante para entender a real situação da empresa em relação a ela mesma e ao mercado.

Nesse caso, é como um exame clínico para nós: o processo analisa seu estado físico, aponta os problemas prioritários a serem atacados e se torna a base de um planejamento para melhorar a saúde.

Condições objetivas para acompanhamento de KPIs

Para melhorar é preciso sempre medir. O problema que muitas TIs enfrentam é a dificuldade de estabelecer e estruturar os indicadores que dão respostas mais relevantes para a evolução de estratégias de negócio.

Nesse caso, você resolve dois problemas com um só procedimento. O próprio processo de diagnóstico indica o que é realmente importante e, portanto, deve ser medido e acompanhado.

Otimização da TI

Que tal usar esse mapeamento para incrementar também o seu setor? Além de apontar como a TI deve atuar no crescimento do core do negócio, o diagnóstico ajuda ao gestor do departamento entender seu próprio funcionamento.

Isso significa mais visão operacional para melhorar a eficiência dos investimentos em TI e cortar despesas desnecessárias. O tempo dos profissionais e o dinheiro do setor são realocados para funções que trarão ainda mais avanços para o negócio.

Suporte a novas decisões de negócio

No fim, todas essas vantagens apontam para o mesmo objetivo: utilizar organização, estruturação e visão completa para apurar suas decisões de negócio.

Um diagnóstico de necessidades empresariais apresenta as bases para o adequado ajuste de prioridades e, consequentemente, esforços e investimentos. Ajuda em calibrar a energia a ser direcionada a cada necessidade de negócio, posicionando a TI nas iniciativas estratégicas e maximizando os recursos alocados.

Quais são os principais desafios desse diagnóstico?

O maior desafio apresentado a gestores em todos os setores é que esse diagnóstico nunca é pontual — ele deve ser pensado como um processo orgânico.

À medida que o cenário de mercado se altera, seja por mudanças nas expectativas dos clientes, seja por movimentos da concorrência ou até por alterações macroeconômicas e regulatórias, o negócio precisa se ajustar, e o que era prioridade antes, pode não mais ser.

Também é importante reforçar que esse tipo de processo só tem sucesso quando há engajamento dentro da empresa. A cultura de inovação é fundamental.

A todo momento se observam novas formas de fazer coisas ou de utilizar recursos que podem afetar o mercado. A inovação introduz a necessidade de realinhar a empresa, seja para capturar os benefícios da própria inovação, seja para reagir a movimentos da concorrência.

Como uma consultoria pode ajudar?

É possível sim realizar esse processo sem qualquer tipo de consultoria — mas nem sempre é o mais recomendado. A contratação de uma parceira especializada é uma forma efetiva de garantir que o diagnóstico seja realizado de uma maneira bem estruturada e transparente.

A elaboração do diagnóstico exige uma abordagem que vai além das fronteiras da própria empresa, consolidando práticas de mercado para as quais a empresa não está atenta nas suas atividades regulares.

A própria gestão do negócio consome toda energia da empresa, cuja principal missão é estar ancorada nas suas competências centrais. Portanto, é uma boa ideia buscar empresas especializadas nesse tipo de serviço.

Afinal, conhecimento e estruturação das demandas e oportunidades de uma empresa são fundamentais para sobreviver hoje — e essa importância só tende a aumentar. No centro dessas mudanças, a TI tem papel de destaque.

Um gestor de TI bem informado dos planos de negócio, orientado por um diagnóstico de necessidades empresariais, pode direcionar as capacidades e competências tecnológicas para maximizar o resultado das suas iniciativas diante da dinâmica de mercado e dos avanços decorrentes da inovação.

O que você está esperando então para começar? Converse com os outros gestores da empresa, busque ajuda em consultorias qualificadas e tome a frente nesse diagnóstico!

E aí, gostou do artigo? Se você deseja receber mais dicas como essa diretamente na sua caixa de e-mail, assine agora a nossa newsletter!

No Comments Yet.

Leave a comment