Design Thinking na TI: você sabe como ele pode te ajudar?

Sua empresa já investe em Design Thinking? Aplicável em planejamento, análise e resolução de demandas, essa forma de estruturar processos corporativos tem se expandido no mercado.

Na área de tecnologia da informação (TI), ele pode causar grande impacto, pois otimiza o direcionamento das políticas do setor e dá aos profissionais da área a chance de atingir melhores resultados. Além disso, a empresa ganha maior capacidade de agregar valor a seus serviços se adotar o Design Thinking na TI.

Quer saber como isso é possível? Então veja neste post o poder que o conceito dá aos profissionais da área!

O que é Design Thinking?

Surgido no fim da década de 1960, o Design Thinking é uma estratégia que permite identificar a melhor maneira de solucionar problemas conforme as demandas de clientes e usuários.

Em outras palavras, é por meio dele que o profissional pode criar uma visão mais sensível sobre os problemas de seu cliente e, assim, encontrar a abordagem mais viável para atender a demandas externas. Dessa forma, uma empresa pode se manter competitiva e oferecer produtos que agregam valor para o consumidor e trazem novas oportunidades de mercado.

O Design Thinking pode ser aplicado a diferentes rotinas do ambiente corporativo, pois auxilia a empresa a otimizar o desenvolvimento de produtos. Além disso, melhora a estruturação do empreendimento e dá ao gestor a capacidade de criar serviços mais inteligentes e conectados com as necessidades do mercado.

Isso é feito por meio de uma abordagem em que a empresa direciona sua atenção para as necessidades do consumidor e passa, a partir dos recursos disponíveis, a procurar soluções de alto valor para as demandas. Como consequência, rotinas são executadas com mais eficiência, segurança e inovação. Além disso, as equipes passam a ter mais integração e uma taxa de erros menor.

O Design Thinking pode beneficiar a TI?

Aplicado no ambiente de TI, o Design Thinking pode ter impacto direto nos resultados da área. Com ele, a empresa terá mais capacidade de estruturar serviços inteligentes e conectados com as necessidades do usuário. Os benefícios serão sentidos, por exemplo, nos investimentos.

Toda empresa investe em TI. Porém, a maneira como esses investimentos estão estruturados (e o direcionamento que eles têm) pode ter impacto direto nas receitas do negócio. Portanto, é fundamental que o empreendimento tenha um processo de tomadas de decisão e um planejamento de médio e longo prazos capazes de otimizar ao máximo os investimentos de TI.

Nesse sentido, o Design Thinking na TI pode fornecer ao gestor novos mecanismos para definir quais serão os investimentos do empreendimento. A companhia pode, então, voltar o olhar para as necessidades do usuário e, assim, escolher soluções capazes de criar impacto real na rotina de todos os setores, ao reduzir custos ou agregar valor aos serviços da empresa.

A criação de um ambiente de trabalho mais inovador também pode ser um dos impactos do Design Thinking na TI. Como essa estratégia dá ao negócio mecanismos para ele ter um planejamento com foco nas demandas do usuário, permite que a inovação seja maior em todas as áreas da empresa.

Ao trabalhar lado a lado, os profissionais da área podem compartilhar mais informações no dia a dia. Isso permite escolher formas mais eficazes de atender às demandas do mercado e ousar mais ao criar novas estratégias. Consequentemente, a TI pode agregar mais valor a produtos e serviços.

Como aplicar o Design Thinking na TI?

A aplicação do Design Thinking na TI envolve a remodelação completa do ambiente de trabalho. A empresa deve criar mecanismos para otimizar sua forma de planejar processos, ter maior foco nas necessidades do usuário e, ao mesmo tempo, agregar mais valor aos serviços da companhia. Confira a seguir alguns passos que podem ser dados para atingir esse objetivo!

Desenvolva a empatia

Para compreender as necessidades do usuário, é importante que os especialistas da área de TI tenham empatia. E isso só é possível quando esses profissionais se colocam no lugar das pessoas.

Portanto, incentive todas as equipes a analisarem as demandas de um usuário como se elas fossem suas. Dessa forma, as soluções encontradas terão maior impacto no dia a dia da empresa e poderão trazer um resultado melhor a médio e longo prazo.

Tenha um bom planejamento

O planejamento é fundamental para que a companhia possa aplicar as escolhas feitas por meio do Design Thinking no seu dia a dia. É importante que o empreendimento seja capaz de aplicar as soluções com agilidade e precisão. Assim, os problemas se tornam um empecilho menor para o trabalho de cada profissional graças ao apoio do pessoal de TI.

Saiba identificar e analisar problemas

O processo de identificação e análise de um problema é uma das partes mais importantes do Design Thinking. É fundamental que os profissionais saibam identificar a origem de problemas, solucionar demandas e avaliar as melhores estratégias para diminuir riscos. E isso é possível apenas quando o negócio consegue mensurar tais fatores corretamente.

Faça protótipos e teste inovações

Antes que as soluções definidas pela empresa sejam aplicadas, o setor de TI deve fazer testes para garantir que os resultados esperados serão alcançados. Isso é algo importante especialmente em caso de grandes alterações. Portanto, faça mudanças incrementais, verifique resultados, corrija erros e garanta que, no momento em que essas estratégias forem aplicadas, a empresa será capaz de atingir todas as suas metas.

Quando investe em Design Thinking na TI, a companhia consegue colocar essa área em um posicionamento estratégico. Gestores serão capazes, assim, de otimizar os serviços da área e agregar mais valor aos produtos do negócio.

Com estratégias mais inovadoras, o setor de TI pode definir mecanismos de gestão inteligentes e conectados com as necessidades de todos os usuários. Os investimentos trarão maior retorno. E, com um fluxo de trabalho com foco nas demandas de usuários, o número de erros da área tende a cair rapidamente.

Gostou deste post e quer receber mais novidades sobre o uso do Design Thinking na TI e outras tendências? Então siga a gente no Facebook e no LinkedIn!

No Comments Yet.

Leave a comment