Conheça 8 competências essenciais para um bom gerenciamento de projeto de TI

O que você precisa para fazer um bom gerenciamento de projeto de TI? O primeiro impulso de qualquer profissional da área é listar uma série de certificações técnicas, mas um bom gestor precisa de muito mais do que isso.

Esse é o assunto que vamos discutir neste artigo. Preparamos uma lista com 8 competências que vão muito além da prática e podem te garantir mais sucesso nos próximos projetos que você propor para o setor. Então, vamos lá?

1. Organização

Colocamos a organização em primeiro lugar porque é ela que vai ditar a qualidade do seu trabalho em todos os outros itens abaixo. A função de um gestor de TI é estar sempre preparado para o que será feito, o que está sendo executado e até lidar com a pós-produção de um projeto.

Isso significa ter uma visão prática sobre as necessidades da empresa que te permitam esboçar suas próprias ações, transformar essas ideias em um planejamento e quebrá-lo em etapas executáveis, com funções definidas e um cronograma bem-feito que possa ser seguido sem contratempos.

Todo esse esforço é o que mantém um projeto nos trilhos. Acredite, por mais bem-intencionada que seja uma equipe, sem um líder organizado é impossível chegar ao fim do prazo atingindo todas as metas que foram desenhadas lá no início.

2. Gerenciamento de escopo

Talvez a capacidade dentro dessa organização que mais valoriza um profissional de TI como um líder é a definição e acompanhamento do escopo correto para cada projeto.

Você sabe dos prejuízos que causa à empresa quando não entrega o que foi planejado, mas e entregar mais do que era preciso? Um erro comum dentro do setor é tentar abraçar mais do que a equipe consegue em um determinado processo, deixando todos os envolvidos soltos e experimentando dentro da execução do processo.

Essa falta de limitação é prejudicial porque cria custos desnecessários e desperdício de recursos. Um bom escopo é o que evita esse tipo de situação e otimiza a execução de cada projeto. É entregar o que foi planejado — nem mais, nem menos. Uma habilidade difícil de controlar, mas que traz muito mais eficiência e organização para seu setor.

3. Comunicação

Se você pretende se tornar uma referência em gerenciamento de projeto de TI, é claro que precisa saber se comunicar. O que às vezes fica mal entendido é que isso não significa falar muito, ser expansivo ou extrovertido.

A comunicação profissional tem muito mais a ver com objetividade e a velocidade da informação. Você precisa criar um cronograma especial de alinhamento, para que todos os membros da equipe estejam sempre na mesma página. Faça reuniões de status report de forma frequente e disciplinada, sempre de olho na objetividade da pauta e sem deixar que o assunto desvie no meio do caminho.

Com a mobilidade na produção, boa parte de uma boa comunicação em projetos vem de ferramentas colaborativas, que distribuem a informação em tempo real para todos os envolvidos. Comunicar em TI não é falar muito, apenas falar o que é preciso na hora certa, do jeito certo e para as pessoas certas.

4. Transparência

Falando no assunto, existe um aspecto da comunicação tão importante para liderar projetos que se destaca como uma competência própria: a capacidade de ser transparente com a sua equipe.

Problemas ocorrem em qualquer tipo de execução ou implementação dentro de uma empresa. O prazo fica curto, as etapas não são realizadas como esperado, questões técnicas surgem. O importante nesses momentos é não se fechar e expor para todos os envolvidos o que está acontecendo.

É só assim que um bom gestor mantém a equipe toda do seu lado: sem se fechar. Compartilhe as boas e as más notícias, tanto para os diretores quanto funcionários. Comunique-se sempre de forma impessoal, focando o fato e não as pessoas.

5. Negociação

Saber negociar é parte fundamental do papel de um gerente de projetos em TI. Você precisa dessa habilidade para vender sua ideia de inovação aos outros diretores da empresa, conseguir o orçamento e prazo razoáveis para executar e colocar a equipe motivada e do seu lado na hora do planejamento.

Você não precisa ser agressivo ou teimoso nas negociações para ter sucesso, precisa apenas de segurança no seu trabalho. Isso quer dizer fazer projeções bem definidas sobre prazos, orçamentos e expectativas de resultado. É o seu papel satisfazer o board ou o cliente, então você tem que negociar sempre pensando no equilíbrio entre o que é possível de ser feito e aquele passo a mais que a sua equipe pode alcançar.

6. Gestão de Mudança Organizacional

Como dissemos em todo este artigo, o gerenciamento de projetos de TI é, em primeiro lugar, uma questão de gerir pessoas, e isso é muito importante na hora de implementar um projeto na área da empresa que receberá a transformação. Técnicas voltadas para esse tipo de liderança, como a GMO, ajudam o gerente de TI a ser este condutor e facilitador para que os funcionários aceitem e assimilem essas mudanças.

7. Dinamismo

É importante frisar que essa transformação não passa apenas pela equipe, ela começa pelo líder. Quem deseja estar à frente de projetos de TI de sucesso se acostuma a aprender sempre. É preciso estudar, participar de grupos de discussão, buscar certificações reconhecidas. Novas técnicas, ferramentas e metodologias devem estar sempre no radar do Gerente de Projeto.

8. Responsabilidade

Por último, você precisa entender o que significa ser um gestor responsável. A grande competência de um profissional em cargo de liderança é o comprometimento com o resultado esperado pelo cliente. Ele deve estar ciente de que será cobrado pelo trabalho que será executado por outras pessoas.

Você não vai escrever cada linha de código, testar cada módulo de um novo sistema, mas um resultado ruim no final é de total responsabilidade sua.

Portanto, pense muito no peso que você carrega no gerenciamento de projeto de TI. É essa responsabilidade que vai te impulsionar a ser mais organizado, comunicativo e dinâmico. É ela que vai te mostrar a importância de escolher bem a sua equipe, seus fornecedores, e gerenciá-los da melhor forma possível, focados em uma entrega de qualidade.

E aí, você já está exercitando todas essas competências? Se você quer melhorar ainda mais a suas capacidades de gestão de TI, é preciso saber também como proceder quando as coisas não saem como esperado. Para isso, é só ler este ebook sobre como lidar com os incidentes de TI!

No Comments Yet.

Leave a comment