Como identificar necessidades e demandas de mercado para a TI?

Quando falamos sobre investimentos em tecnologia, quais são as demandas do mercado? O que um profissional da área deve fazer para conseguir encontrar as melhores formas de atender às exigências do usuário?

De fato, conforme o investimento em TI passou a ter um papel estratégico para empresas de qualquer setor, tornou-se essencial saber como identificar necessidades de mercado. Então, quer entender como um profissional de TI pode fazer isso? Confira o nosso post de hoje!

A importância da tecnologia para o ambiente corporativo

Não há dúvidas de que a tecnologia tem um papel-chave dentro do ambiente corporativo. Soluções de TI são responsáveis por permitir que profissionais atuem de maneira integrada, com maior agilidade e menos erros.

Além disso, adotando as ferramentas certas, a empresa consegue criar um ambiente com alto nível de flexibilidade e mobilidade, algo fundamental para conseguir lidar com as demandas do mercado atual.

Esse cenário criou uma série de oportunidades para quem trabalha na área. Hoje, profissionais e empresas do setor de tecnologia devem estar atentos para saber sempre como identificar necessidades de mercado, avaliando as principais tendências que possam ser aplicadas no dia a dia de diferentes empresas.

Assim, novas oportunidades são criadas, facilmente, por meio de um portfólio de serviços e produtos de alta qualidade.

Como identificar necessidades de mercado

Para fornecer serviços de qualidade, um profissional de TI deve contar com uma série de estratégias.

Elas podem focar, principalmente, na modelação dos serviços e produtos de acordo com as demandas dos usuários, as suas metas e objetivos de médio e longo prazo. Dessa forma, é possível fazer as escolhas certas, que geram um alto retorno sobre o investimento feito.

Também é uma boa estratégia avaliar as tendências do mercado. Sabendo quais são as novas tecnologias, as ferramentas que são populares e as soluções em desuso, é possível fazer escolhas mais inteligentes e poderosas.

Cada usuário terá acesso a opções de investimento que se adaptam ao seu dia a dia e resolvem as suas principais necessidades rapidamente. Além disso, saber como identificar as necessidades do mercado é um ponto-chave para criar serviços de qualidade.

Sem que isso ocorra, o profissional de TI terá dificuldades para definir estratégias que se adaptam àquilo que o usuário precisa, e que sejam capazes de criar um real impacto positivo no dia a dia de cada pessoa.

As principais tendências do setor de TI para ficar de olho

Uma das formas de saber como identificar as necessidades do mercado é conhecer as tendências do setor de tecnologia.

Empresas sempre buscam atualizar a sua infraestrutura para se manterem continuamente competitivas e, nesse cenário, atualizar o portfólio de serviços de TI é quase sempre a melhor escolha a ser tomada.

Diante disso, separamos quatro tendências de TI para ficar de olho nos próximos anos. Confira:

1. Internet das Coisas

A Internet das Coisas é uma tendência que envolve um grande número de aparelhos e, nos próximos anos, causará um impacto significativo em diferentes setores.

Os dispositivos inteligentes mudarão a forma como companhias criam estratégias de marketing, definem as suas políticas operacionais e otimizam o seu ambiente de trabalho. Nesse sentido, é crucial estar preparado para identificar como cada equipamento pode ajudar o negócio a ter uma rotina mais eficaz.

Na indústria, por exemplo, sensores de vibração podem auxiliar gestores a identificar equipamentos funcionando fora do seu padrão. Já em um escritório, sensores de presença tornam o controle de temperatura mais eficaz e evitam o desperdício de recursos.

Comercialmente, os dados levantados por dispositivos da Internet das Coisas podem ser utilizados para que o negócio conheça melhor o seu público-alvo.

Com o auxílio de ferramentas de Big Data, o empreendimento consegue analisar dados com um número maior de fatores, criando uma visão mais dinâmica e abrangente sobre os seus consumidores — algo crucial para criar estratégias de alto impacto.

Em resumo, a Internet das Coisas representa um novo futuro para as companhias. Mais integrado e conectado, essa realidade terá menos erros, fará um melhor uso dos recursos disponíveis e conseguirá criar estratégias de alto lucro.

2. Big Data

A análise de dados é uma das principais estratégias utilizadas por empresas para atingir os seus objetivos de médio e longo prazo. Afinal, é com o auxílio de processos analíticos que gestores conseguem prever tendências de mercado e saber qual é a melhor maneira de projetar os serviços e produtos do negócio.

Por meio do Big Data, essa análise de dados ganha um novo potencial. A companhia poderá utilizar mais fatores para descobrir como se posicionar no mercado: redes sociais, dispositivos da Internet das Coisas, pesquisas internas e mais informações serão processadas. Assim, analistas conseguirão obter insights inovadores.

3. Cloud computing

De fato, a computação na nuvem ganhou destaque nos últimos anos como uma tecnologia capaz de criar um ambiente de trabalho eficiente, com baixo custo operacional e capacidade de escalar os recursos disponíveis facilmente.

Hoje, uma grande quantidade de soluções de TI podem ser licenciadas por meio dessa tecnologia — como é o caso de sistemas de gestão, ferramentas para armazenar dados e softwares para comunicação entre equipes.

Tais soluções se destacam por ter maior disponibilidade e um custo de manutenção reduzido. Assim, a disponibilidade é ampliada com o auxílio de servidores de alta performance, e, como a nuvem torna processos de gestão mais simples, a empresa poderá focar mais nas suas principais demandas.

4. Segurança digital

Os ataques em meios virtuais cresceram largamente nos últimos anos. A ampliação da presença de soluções de TI no meio corporativo foi acompanhada pelo crescimento do número de dados que circulam em meios digitais — e, como consequência, os ataques passaram a ser mais complexos e frequentes.

Nesse cenário, muitas companhias estão dando um grande destaque aos investimentos em segurança digital. Hoje, a área é uma das principais do mercado de tecnologia, seja para quem atua como consultor ou quem trabalha com a oferta de ferramentas para proteger dados.

Assim, empresas precisam de profissionais capazes de criar soluções que tornem a infraestrutura de TI mais confiável. Ao mesmo tempo, elas buscam ferramentas para tornar essas metas alcançáveis.

Cabe ao profissional de TI, então, definir tais pontos, avaliando o perfil do negócio e rastreando quais são as melhores opções para o empreendimento — bem como testar a segurança do negócio e criar mecanismos de avaliação consistentes com a realidade da empresa.

Enfim, gostou do post? Agora que você sabe como identificar necessidades de mercado, que tal seguir os nossos perfis no Facebook e LinkedIn para continuar por dentro das novidades do nosso blog?

No Comments Yet.

Leave a comment