5 certificações de TI que você deve investir hoje!

O mercado de trabalho no campo da tecnologia da informação, mesmo com a crise, segue disputado e dinâmico. As empresas continuam contratando novos profissionais, o que exige de quem tem uma carreira na área investimentos em estratégias que melhoram o seu currículo, como é o caso das certificações de TI.

Esse documento pode ter um papel de grande importância em processos seletivos. Em alguns casos, a certificação é algo obrigatório. Quer saber o motivo? Então, veja o nosso post abaixo!

O que é uma certificação de TI?

As certificações de TI são documentos que atestam a capacidade de um profissional atuar conforme um conjunto de regras operacionais e os seus conhecimentos em um recurso. Elas podem envolver, portanto, tecnologias do mercado, sistemas operacionais, softwares corporativos, mecanismos de gestão de projetos, metodologias de desenvolvimento e, até mesmo, rotinas de segurança digital.

Em geral, as certificações de TI são emitidas por órgãos vinculados a mecanismos reguladores. Cada certificado tem exigências próprias para o acesso ao exame que qualifica os conhecimentos do candidato. Em alguns casos, o documento pode ter uma validade, o que exige a realização regular do exame.

Qual a importância das certificações de TI no cenário atual?

O mercado de tecnologia é conhecido pelas suas mudanças rápidas. Isso traz novos desafios para profissionais: é importante se manter atualizado e em dia com as últimas tendências da área.

Para atingir esse objetivo, muitas pessoas realizam cursos ou, até mesmo, dedicam tempo ao aprendizado em casa. Porém, como garantir que os conhecimentos adquiridos nesses cenários correspondem ao que o mercado busca?

A resposta está nas certificações de TI. Elas são a garantia de que o profissional tem conhecimentos atualizados em áreas específicas da sua rotina, como segurança digital, gestão de projetos e computação na nuvem. Além disso, elas também certificam as habilidades do indivíduo com softwares específicos para o mercado corporativo.

É justamente por isso que elas podem ser mais valorizadas do que um diploma de graduação em alguns negócios. Uma certificação de renome é vista por empresas como a garantia de que o profissional pode atuar a partir de um padrão de qualidade exigido em todo o planeta, agregando valor aos serviços da companhia e reduzindo os riscos que estão relacionados a uma contratação.

Quais as principais certificações de TI para quem trabalha com computação em nuvem e segurança digital?

No mercado atual, a computação em nuvem e a segurança digital são dois tópicos constantes no cotidiano de quem trabalha com TI. No primeiro caso, a cloud computing virou uma tendência para companhias em função da necessidade de ter rotinas mais flexíveis. Já no segundo, esse campo ganhou atenção em função dos ataques de malwares, como o ransomware.

Portanto, estar certificado nessas áreas é algo fundamental. Veja abaixo algumas das principais certificações para quem pretende trabalhar com a nuvem e com segurança digital.

1. CISSP

A CISSP (sigla para Certified Information Systems Security Professional) é uma certificação voltada para a área de segurança digital. Criada e mantida pelo Consórcio Internacional de Certificação de Segurança de Informação (o ISC), ela é reconhecida mundialmente.

Essa certificação atesta a capacidade de um profissional de TI implementar, gerir e monitorar políticas e programas de segurança digital. Para ser obtida, o candidato deve realizar uma prova com 250 questões e acertar ao menos 70% do questionário de múltipla escolha. Elas envolvem os seguintes tópicos:

  • Segurança na criação de sistemas;
  • Gerenciamento de identidades;
  • Gerenciamento de controle de acesso;
  • Segurança e gestão de riscos;
  • Comunicação e segurança de redes;
  • Engenharia de segurança;
  • Testes e avaliações de segurança;
  • Operações de segurança;
  • Ativos de segurança digital.

2. AWS Certified Solutions Architect – Associate

Criada pela Amazon, ela é voltada para quem trabalha como arquiteto de sistemas com tecnologias da AWS, a plataforma de cloud computing da empresa. Os materiais de estudo, assim como a prova, são disponibilizados pela própria Amazon.

Quem é certificado com a AWS Certified Solutions Architect — Associate garante a sua capacidade de implementar soluções robustas e seguranças com as tecnologias AWS.

3. Google Certified Professional Cloud Architect

Criada pelo Google, essa certificação também é voltada para quem trabalha com arquitetura de nuvem. Porém, nesse caso, o seu foco está nos profissionais que atuam com as tecnologias do Google Cloud.

Para garantir a sua capacidade de projetar, implementar, desenvolver, monitorar e gerir soluções executadas com o apoio do Google Cloud, basta realizar os treinamentos indicados pelo Google. Eles abordam recursos como o GCP Essentials e o Cloud Architecture Quest.

4. MCSA: Cloud Platform Microsoft Certfield Solutions Associate

Feita pela Microsoft, essa certificação está relacionada ao uso e a gestão de ferramentas que são executadas no Azure, plataforma de cloud computing da empresa. Para obtê-la, é necessário ser aprovado em ao menos dois dos exames abaixo:

  • Exam 70-532 Developing Microsoft Azure Solutions;
  • Exam 70-533 Implementing Microsoft Azure Infrastructure Solutions;
  • Exam 70-535 Architecting Microsoft Azure Solutions,;
  • Exam 70-537 Configuring and Operating a Hybrid Cloud with Microsoft Azure Stack.

5. EMCCA

A EMC Cloud Architect é a certificação voltada para profissionais que trabalham com o EMC de armazenamento e arquitetura de nuvem. Ou seja, ela lida com toda a infraestrutura de cloud computing, como políticas de segurança, servidores, sistemas de armazenamento e interfaces de rede. Essa certificação tem duas etapas:

  • EMC Cloud Architect Virtualized Infrastructure;
  • EMC Cloud Architect IT as a Service.

Quem pretende obter essa certificação deve ter ao menos três anos de experiência na área. Além disso, também é necessário já estar certificado pelo EMC Information Storage Associates.

Em resumo, investir em certificações de TI é o ponto-chave para ter uma carreira de sucesso. Elas não só abrem portas em várias empresas, mas também auxiliam o profissional a conhecer novas tecnologias e métodos de trabalho.

Nesse sentido, ser um profissional que tem certificações de TI em cloud computing e segurança digital é algo fundamental no cenário atual. Sendo esses dois tópicos de tecnologia fortes atualmente, quem tem conhecimentos validados nessas áreas agrega valor aos seus serviços e consegue as melhores vagas facilmente.

Bons profissionais de TI devem estar preparados para atuar em diferentes cenários. Além disso, eles devem ser capazes de fornecer aos gestores soluções inteligentes e modernas, como é o caso do outsourcing. Saiba como a terceirização de TI afeta a empresa no nosso blog!

No Comments Yet.

Leave a comment