Entenda a importância da auditoria em governança de TI

Toda empresa tem processos para otimizar o gerenciamento dos seus recursos computacionais. A auditoria em governança de TI, por exemplo, garante que essa política se mantenha alinhada com os objetivos do negócio e os padrões do mercado. Assim, é possível ampliar continuamente os resultados com a tecnologia.

Mas, para que a auditoria em governança de TI dê certo, alguns cuidados devem ser tomados. Continue a leitura deste post e saiba mais!

O que é a governança de TI?

A governança de TI é um conjunto de políticas, estratégias, processos de gestão, monitoramento, prevenção de riscos e investimentos que tem como principal objetivo alinhar o setor de TI com o restante do negócio.

Implementando práticas bem estruturadas, a empresa terá a habilidade de integrar uma tecnologia a mais ambientes, maximizando os impactos positivos que a TI pode causar no dia a dia de cada setor.

Como a governança de TI auxilia o negócio a ter melhores resultados?

A governança de TI é uma política que permite ao negócio integrar a tecnologia a todos os seus processos. Dessa forma, benefícios como a maior automação e integração no ambiente corporativo podem ser disseminados, criando serviços de maior qualidade e lucratividade.

Todos os serviços serão estruturados para garantir que a TI possa contribuir positivamente com os resultados dos times internos. Na gestão de dados, por exemplo, serão adotadas práticas para mitigar as chances de a digitalização de rotinas levar a um maior número de vulnerabilidades.

Já na logística, a governança auxilia os líderes da área a terem um ambiente mais rastreável e movido a dados. No marketing, o setor de TI poderá identificar oportunidades de investimentos em soluções de Big Data que permitam uma maior capacidade de análise de mercado.

Nos times administrativos, será possível auxiliar a empresa a ter um fluxo operacional mais integrado e com trocas contínuas de dados.

Em resumo, a governança tem um papel fundamental para permitir que os benefícios normalmente associados com a tecnologia sejam levados para todas as áreas da empresa.

Quais são as vantagens de uma auditoria em governança de TI?

Todo negócio deve passar por alguns processos de auditoria. Essa rotina permite que falhas sejam rastreadas de um modo mais inteligente, focando no alinhamento de processos com o seu padrão de execução e trabalhando para que a companhia sempre busque um padrão de qualidade mais elevado.

Quando falamos de uma auditoria em governança de TI, buscamos identificar se existem falhas nos processos de gerenciamento ou falta de alinhamento entre o time responsável pela execução das atividades do setor de TI e outras áreas da empresa.

Dessa forma, a companhia pode manter as suas atividades em maior sintonia, evitando conflitos, erros e gargalos no ambiente de produção.

Como auditar os processos de governança de TI?

A auditoria em governança de TI deve ser feita com cuidado. Ela exige um cuidado especial dos profissionais que forem verificar os procedimentos para garantir que nenhuma falha fique em branco ou que a companhia tenha dificuldades para alinhar os seus processos com os padrões do mercado.

Confira, a seguir, alguns passos necessários para auditar a sua governança de TI!

Avalie os procedimentos de segurança

As ameaças de segurança que podem afetar uma empresa mudam todos os dias. Conforme a tecnologia avança, maiores são as vulnerabilidades e os impactos causados por ataques de malwares e pessoas que trabalham com o roubo de dados sigilosos.

Portanto, quando for auditar a sua governança de TI, faça uma avaliação dos procedimentos de segurança digital. Eles devem estar estruturados para impedir que a adição de novos softwares e gadgets crie um cenário em que os usuários estão expostos a ameaças digitais.

Além disso, é importante que as técnicas de prevenção, identificação e mitigação de riscos sejam as mais modernas possíveis. Isso permite que a tecnologia seja levada a mais locais, sem comprometer a confiabilidade da empresa.

Verifique os objetivos, as demandas e o perfil do negócio

O objetivo da governança de TI é alinhar o setor com outras áreas do empreendimento. Isso permite que os profissionais tenham um suporte melhor estruturado e que os investimentos tragam um maior retorno para a companhia — em vez de simplesmente adotar novas soluções, o negócio fará sempre investimentos que criam um alto nível de competitividade.

Portanto, levante dados sobre todas as demandas e objetivos de cada área. Além disso, faça uma análise completa sobre o perfil dos setores da empresa. Dessa forma, a governança de TI conseguirá se manter atualizada com o dia a dia de outras áreas e o seu impacto nos resultados da companhia.

Revise a documentação de governança de TI

A documentação é um ponto fundamental para a governança de TI. Ela permite que os profissionais compreendam com relativa facilidade como otimizar os processos, o que deve ser feito para evitar riscos e quais os requisitos mínimos de qualidade do seu trabalho.

Na sua auditoria em governança de TI, portanto, toda a documentação deve ser verificada. Ela precisa ser clara, de fácil acesso e objetiva. Assim, os times conseguirão realizar um trabalho com nível de qualidade uniforme.

Treine os profissionais de TI

Uma vez que a auditoria for executada, o time deverá passar por um processo completo de otimização de seu fluxo de trabalho. Considerando os erros e problemas encontrados, o negócio precisará otimizar a sua política de governança para garantir que a auditoria seja efetiva.

Nesse momento, a empresa deve buscar os principais padrões e metodologias de governança do mercado. Isso permitirá que o nível de qualidade da atividade seja elevado, colocando a companhia em um lugar de destaque frente aos seus concorrentes.

Como vimos, a gestão e a governança da infraestrutura de TI auxiliam o negócio a ter um alto aproveitamento dos seus recursos. Quando a companhia tem uma política bem executada e alinhada com os seus objetivos de médio e longo prazo, torna-se mais fácil gerar redução de custos, aumento de automação e integração no ambiente corporativo.

Em conjunto, todos esses fatores permitem ao empreendimento ser mais competitivo diante de sua concorrência. Mas, para que tudo funcione sempre da melhor forma possível, é importante que as políticas sejam otimizadas continuamente.

Uma das formas de garantir isso é realizando uma auditoria em governança de TI. Assim, a empresa pode ter a certeza de que os seus processos estarão estruturados conforme as demandas internas e corrigir eventuais erros.

Gostou do texto? Então, conheça os três modelos de governança de TI em nosso blog e continue o seu aprendizado!

No Comments Yet.

Leave a comment