Afinal, o que faz e torna um profissional um Scrum Master?

Quando falamos em desenvolvimento ágil, é inevitável que determinados métodos e classes de profissionais, como Scrum e Scrum Master, respectivamente, entrem na pauta, devido à relevância deles para o gerenciamento de projetos.

Sendo uma das mais conhecidas metodologias de processos ágeis, o Scrum consiste, basicamente, na divisão de projetos em ciclos (sprints) com tempo definido, podendo estes durarem até mesmo semanas.

O início de cada ciclo consiste em reuniões de planejamento (Sprint Planning Meeting). Geralmente realizadas em frequência diária (Daily Scrum), nessas reuniões são definidas (listadas) as tarefas e prioridades atribuídas à equipe.

Ao fim de cada projeto, a equipe revisa todas as atividades e os objetivos que foram (ou não) concluídos e, posteriormente, inicia-se um novo plano de trabalho.

Mas qual é o papel do Scrum Master e sua posição estratégica em meio a esse processo? Quais são as suas responsabilidades e benefícios que este profissional pode proporcionar? Ao continuar a leitura você encontrará as respostas!

O Scrum Master

Uma equipe Scrum é sustentada por 3 pilares que são representados pelos seguintes profissionais:

  1. Scrum Master;
  2. Product Owner (Dono do Produto);
  3. Time de Desenvolvimento (Developers).

Por que o Scrum Master é necessário? Embora a ideia inserida no framework seja de simples compreensão, a sua execução é complexa e pode desviar o projeto ágil do caminho certo.

Os próprios alicerces da equipe Scrum nos dão uma ideia dos desafios acerca do método. Por exemplo, o foco do Product Owner é construir o produto ideal, enquanto a equipe trabalha para produzi-lo corretamente. Sem um integrante experiente e com conhecimento em ambas as áreas, é inevitável que o projeto fique confuso, inconsistente e gere conflitos.

Logo, para assegurar a organização e que as atividades sejam feitas conforme o planejamento, é elementar a presença de uma liderança que estabeleça a boa comunicação e guie o projeto. É a partir dessa necessidade que o Scrum Master entra em cena.

O papel do Scrum Master

Sendo o Scrum Master o líder de um projeto Scrum, o seu papel, ao contrário do que muitos acreditam, envolve muito mais do que solucionar impedimentos impossíveis de serem resolvidos pela equipe.

O Scrum Master, na verdade, desempenha múltiplas funções em sua rotina de trabalho. Veja:

Coach

Devido ao seu nível de conhecimento, ele atua como o mentor (coach) tanto da equipe de desenvolvimento quanto do Product Owner.

Portanto, ele orienta o time de desenvolvimento no sentido de garantir que seja feito o melhor trabalho possível, sem necessariamente entrar em questões muito técnicas.

Além de ser a referência dos desenvolvedores para a ajudar na solução de problemas, cabe ao Scrum Master esclarecer ao Product Owner as suas responsabilidades no projeto.

Autoridade

Uma outra questão importante é que, entre os envolvidos, somente o Scrum Master é, de fato, obrigado a ter profundo conhecimento de como o framework funciona — ou seja, ele é a autoridade no processo.

Com isso, uma das obrigações do Scrum Master é transmitir à equipe os princípios, valores e práticas ágeis para que se obtenha aumento de produtividade.

Intermediador

Os já mencionados Sprints são mediados pelo Scrum Master, que se torna a figura central das reuniões e o idealizador das atividades a serem programadas para todo o ciclo (Sprint Backlog).

Sendo o Scrum Master o profissional com nível de conhecimento elevado, ele supervisionará tanto o Product Owner quanto os desenvolvedores, verificando se tudo está sendo feito conforme o planejado.

Assessor

Dentro do ambiente de trabalho, interferências por parte dos gestores, bem como conflitos com equipes de outras áreas relacionadas (infraestrutura, por exemplo), são muito comuns e podem comprometer o progresso do projeto Scrum.

Por isso, blindar o time de desenvolvimento de interferências externas, permitindo que todos os colaboradores consigam ter foco total no projeto, é uma das principais atribuições do Scrum Master.

Implementador

Nas empresas em que o método Scrum nunca foi adotado, cabe ao Scrum Master planejar e executar todas as mudanças culturais, ao mesmo tempo trazendo à luz os impactos e benefícios que o framework trará à empresa.

Como o Scrum Master tem pleno conhecimento de todas as características da metodologia, ele é quem garantirá que as mudanças sejam feitas de maneira efetiva.

Benefícios para a TI e os negócios

Implementar o Scrum pode representar um ótimo avanço para a TI e os negócios, criando um ambiente inovador cujas vantagens são refletidas nos seus princípios:

  • controle de processos empíricos;
  • auto-organização;
  • colaboração;
  • priorização com base em valor;
  • desenvolvimento iterativo;
  • time-boxing;
  • iterativo-incremental.

O controle de processos empíricos traz como benefício a transparência do projeto, pois no Scrum é preciso ter pleno conhecimento de tudo que o abrange, desde as pessoas envolvidas, passando pelo ambiente e pelos valores que o produto deverá agregar ao negócio do cliente.

A auto-organização significa que a metodologia Scrum prevê que os colaboradores possam agregar com o próprio senso de organização, isto é, podem contribuir de maneira mais abrangente e não limitados às habilidades técnicas.

O ambiente colaborativo é uma das maiores bandeiras do Scrum, visto que todos, inclusive o cliente, participam diretamente do desenvolvimento do produto, fazendo valer a comunicação diária estabelecida no Daily Scrum.

Junto à colaboração, o Scrum é um excelente meio para entregar o máximo de valor possível por meio da priorização baseada em valor, ou seja, entregar com antecedência aquilo que mais tiver valor. Em outras palavras, o carro-chefe do projeto deve ser o foco primário dos desenvolvedores.

No Scrum, também, há a consciência de que o bom aproveitamento do tempo é fundamental para a produtividade e o gerenciamento do projeto. Nesse sentido, o time-boxing é uma forma de assegurar que as atividades sejam feitas dentro de um tempo predeterminado.

Por fim, vemos no iterativo-incremental as vantagens que a equipe tem ao fragmentar os processos, dividindo-o em camadas menores em vez de fazer um planejamento completo logo de início. Isso permite que se defina as prioridades, entregando valor ao cliente com mais agilidade.

Então, partindo da constatação de que o Scrum Master garante, acima de tudo, que todos esses princípios sejam seguidos à risca por todos os envolvidos no projeto, os benefícios em contar com esse profissional estão ligados a tudo que o Scrum pode trazer para o negócio.

Agora queremos saber de você, caro leitor: o que está achando dos nossos conteúdos? Eles estão sendo uma boa fonte de conhecimento? Se positivo, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba as próximas publicações em seu e-mail!

No Comments Yet.

Leave a comment